quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Piso salarial de professores tem aumento de 16%

Valor passará a ser de R$ 1.187,97 para docentes de nível médio

O ministro da Educação, Fernando Haddad, anuncia nesta quinta-feira o novo piso salarial dos professores da rede pública do país. O valor será de 1.187,97 reais para docentes de nível médio que cumprem carga horária de 40 horas - uma alta de 15,84% sobre os 1.024,67 reais adotados em 2010. Para os professores que cumprem 20 horas, o piso será de 593,98 reais. O governo anuncia também o abrandamento das regras para a liberação de recursos federais para as cidades que têm dificuldades para pagar o piso salarial. Atualmente, para receber o recurso adicional quando não é possível atingir ao piso mínimo, o estado ou o município tem de destinar 30% de seu orçamento para a educação - e não os 25% exigidos pela Constituição. Pela nova regra, valerá o porcentual definido na Constituição. O Ministério da Educação (MEC) vai flexibilizar também a regra que determina que, para repassar a verba, o município precisa atender 30% dos alunos na área rural.

Enquanto isso em Imaruí:

5 comentários:

Sônia disse...

porque em Imaruí não é pago o piso ao professor? O que podemos fazer?

Elina disse...

Sônia, procurem o sindicato dos funcionários da prefeitura, vocês receberam as orientações. Um abraço,

brasil_cida disse...

Em Imaruí não é pago o piso salarial e, ainda por cima, os professores, os pais e os alunos são maltratados por nossos administradores...é uma vergonha!!!

Elina disse...

Concordo com você, a falta de respeito ao cidadão está presente em todos os atos desta administração. Várias pessoas, não só professores reclamam da forma como principalmente a secretária de educação atende as pessoas. Infelizmente. Um abraço,

Matozo disse...

Em João Monlevade MG o Prefeito não paga o Piso (diz que paga sem seguir o plano de carreira). Estamos na luta para o cumprimento do Piso, porém nem o Ministério Público e o MEC estão preocupados com a Lei 11738/08 seja cumprida porque como disse um Deputado a Lei que pega e outras que não pega. Vamos seguir a que pega. A educação básica pública não tem nem um filho de Políticos (deputados, senadores, governadores e presidente) frequentando e estudando então, como vão preocupar? Em João Monlevade MG esta luta está desde 2008 e ainda temos a Lei que não pegou que é uma lei federal (11738/08)